About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

domingo, 31 de outubro de 2010

Alguém te faz feliz?


“Após sair do banho, hidratou seu corpo, massageou-o, perfumou-se. Precisava estar linda para ele.”


Você também é assim? Precisa ter alguém para quem se sentir bela? Um motivo para fazer as unhas dos pés, para comprar uma roupa nova? Precisa de um incentivo externo?
Alguém te faz feliz?
Você usa vestido porque ele gosta? Ou continua deixando o cabelo curtinho porque sua namorada prefere assim?
Talvez seja a cultura ou a nossa carência que nos faz querer crer que é necessário ter alguém ao nosso lado para nos apreciar. Alguém por quem devemos adaptar nosso jeito de ser; que aprenderemos a gostar de coisas que antes detestávamos, tudo em nome de um suposto amor. Mas, será que tem que ser assim mesmo?
Ninguém pode nos fazer felizes. Isso é ilusão. Não se pode encontrar no outro aquilo que não encontramos em nós mesmos. Nada é externo, é dentro da gente que as coisas são. Se você acha que precisa de alguém para ser feliz, está preso a uma idéia que cedo ou tarde vai lhe trazer muita infelicidade. Você só precisa de você. Você, a pessoa mais importante do universo. Ninguém jamais saberá tão bem das suas mágoas, suas necessidades, carências quanto você mesmo. Por mais empatia ou amor que alguém lhe dispense, simplesmente esse alguém não poderá passar por certas coisas em seu lugar nem acabar com a sua dor. Acorde!
Pessoas estão à sua volta para cooperar com a sua felicidade, não para fazê-lo feliz. A sua satisfação só depende de você mesmo, então não coloque sua vida nas mãos dos outros. Relacionamentos acabam, alguns amigos vão embora, infelizmente as pessoas morrem... Mas ser feliz é pessoal e intransferível, como suas senhas de banco. Quando precisamos dos outros para nos valorizar, estamos valorizando os outros, e não a nós mesmos. Portanto, não se acomode na ilusão de que alguém te faz feliz, porque não faz. Foi você quem se instalou nessa idéia e se essa pessoa precisar ir embora, ela vai ir. São os caminhos que precisamos, não podemos controlar. A felicidade é um estado da alma que pertence a cada um que a vivencia. O que é ser feliz para uns pode não ser para outros. Só você pode saber o que é felicidade para você.
Viva o hoje e centre-se na sua felicidade. Porque você não precisa de ninguém para ser feliz e tampouco alguém precisa de você.

2 comentários :

Lia disse...

Concordo com vc querida!
Lembro que enquanto eu ficava procurando nas pessoas aquilo que não tinha, inclusive uma satisfação plena, quase pirei. Mas logo aprendi que na vida tudo é um complemento (pessoas, profissão, dinheiro,momentos, etc.) passei a viver uma felicidade verdadeira. Não me apego mais à nada nem à ninguém. Amo com cautela, mas não deixo de amar e dar o melhor de mim na vida. Sou separável de tudo, menos de Deus.

Beijo, flor!

Kelly Phoenix disse...

Que lindo recado, flor! Isso aí, não devemos deixar de amar, só não é legal cobrar, criar expectativas; não temos esse direito. Amor de verdade não espera nada em troca, nem gratidão. Beijo!

Postar um comentário