About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Incerteza



Quanto tempo passarei
Nessa doce incerteza
De não ter o que eu amo
E não amar o que eu tenho.
Não desprezo minhas dádivas
Nem exijo mais que deva
Eu só penso que mereça
Mais de acordo com meus sonhos.
Eu amo alguns lugares
Eu sonho com um vivente
Eu desejo eternamente
Em seus braços repousar
Eu preciso de um sorriso
Eu busco o meu lugar
O meu próprio paraíso
Que é onde eu mereço estar.

0 comentários :

Postar um comentário