About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

O pra sempre acabou


Ou talvez, tenha apenas mudado de significado. Uma vez, pra sempre significava “pra sempre” mesmo. Era dito raras vezes, para pessoas especiais, quando se tinha certeza. Atualmente, um pra sempre não é garantia de nada. Pessoas sensatas não os usam mais. São usados por moleques coloridos, moçoilas bobas, depoimentos, logo após conhecer uma pessoa. São usados pelo efeito de paixões lancinantes, com prazo de validade marcado, como enfeite de oralidade, complemento de juras falsas. Tendo de entrada um “eu te amo” tornam-se mais pérfidos ainda. Te amo na atualidade é bom dia, é ‘foi um prazer conhecê-lo’. É uma contradição, pois só se sabe da veracidade de um pra sempre à medida que o tempo vai passando, à medida que novas coisas vão surgindo mas aquela... aquela é pra sempre.
Teste prático? Às vezes, parece mesmo que a gente se esqueceu, deixou pra lá... Mas, se ao lembrar, sentir tudo de novo e tiver que interromper para não reviver, tenha certeza: é pra sempre!
Só que tem um detalhe: isso também acontece com mágoas, não só com amor e carinho. Nesse caso, é aquela velha história: quando há situações mal resolvidas em nossos caminhos, acabaremos presos a elas até que se resolvam. Mas, com certeza, isso não é pra sempre.

2 comentários :

ederson disse...

Esse mundo de hoje é assim mesmo. Nada é duradouro por melhor ou pior que as coisas estejam. Por isso é que devemos precisar saber viver. Aproveitar a vida enquanto ainda existe fôlego de esperança em cada um de nós em um mundo onde coisas tão tristes e lamentáveis vivem acontecendo a cada minuto que passa!
O mundo está no escuro, e cabe a nós ilumina-la. Eis que você já faz isso por meio deste blog Kelly Phoenix! Meus parabéns por conceder esse espaço para podermos desabafar!
Um grande abraço!

Kelly Phoenix disse...

Grata pela sua contribuição, amigo Ederson! Realmente, tudo o que nos resta é viver da forma mais simples e honesta possível perante o mundo e nossa consciência, e deixar aos demais a responsabilidade de seus atos, que cedo ou tarde, recairão sobre eles... O segredo para resistir é ter o coração puro, pois em um mundo tão pesado, a gente tem que aprender a sorrir enquanto ainda está chorando. Um abraço a você, querido, volte sempre!

Postar um comentário