About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

domingo, 24 de outubro de 2010

Para você



Quantas lágrimas tristes
Hoje e tantos dias
Derramei sem você aqui.
Talvez pudesse me consolar
Enxugá-las,
Me fazer sorrir.
Você cantou “Cada noite lá é uma multidão nova, mas é para você que eu estou cantando, garota”.
Aqui, eu comigo
Alguns corações esperançosos
Mas é para VOCÊ,
Que eu estou escrevendo, garoto.
Talvez também
Nunca me consolasse
No significado literal dessa palavra
Mas
Ao olhar pra mim,
Me abraçar, quem sabe?
E, se eu disposse de mais sorte,
Me enviar um sorriso...
Quem disse que a mágoa não passaria?
Eu só queria isso.
E, se não fosse pedir demais,
Um “Oi, você existe. Eu sei disso”
E um beijo, se houvesse adeus.

0 comentários :

Postar um comentário