About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Pincéis ocres


Me desculpe por ter sujado a sua inocência.
Perdoe-me por te mostrar que as flores murcham. Que o mundo não é belo e que, às vezes, chove.
Desculpe-me por tê-lo feito acreditar que poderíamos ser felizes. Essa é uma promessa que eu nunca cumpri e você jamais cumprirá.
Me perdoe por ter feito tudo à sua volta ficar cinza. Por pintar com pincéis ocres o mundo ao seu redor. Por acreditar na gente e que era pra sempre
Todas as suas lágrimas são minhas.
Me desculpe se não sou boa o bastante para saber como te amar.

Só acontece uma vez.

0 comentários :

Postar um comentário