About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

domingo, 31 de outubro de 2010

Que sentimento é esse?


Uma doce saudade, vontade de chorar. Saudade do que? Saudade de quem?
Do que nunca vivi, contigo, que não sei quem é. Desconfio.
Oh, como eu te amo!
Já faz MUITO tempo...
Te amei, minha irmã...
Te amei, meu filho...
Te amei, meu amor...
Te amei, meu amigo...
Te amei, meu pai...
Te amei, meu professor...
É um carinho infinito, impossível descrever
Afeto que vem de muito
O mais sublime do meu ser
E tudo meu que for puro
E tudo meu que for verdadeiro
E tudo meu que for real
É um pedacinho de ti em mim
Porque contigo aprendi o mais forte
E o menos contaminado amor
O mais elevado, embora eu ainda
Seja criatura falha.
Um amor que até me confunde
Inevitavelmente me seduz
Te quero ao meu lado,
Doa-me tua luz...
Seja para mim apenas o que és...
Apenas exista, que me fazes feliz...

0 comentários :

Postar um comentário