About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Sinto saudade


De quando a gente ria até a barriga doer
De quando ríamos e chorávamos juntos
De você me fazer rir quando eu estava à beira das lágrimas
De sentir seu coração batendo no mesmo ritmo que o meu
De segurar sua mão, apertá-la com força e dizer: “Ta tudo bem”.
De acariciar seu rosto devagarinho enquanto você chora e te dar um beijo sentindo o sal das suas lágrimas
De observar você dormir e imaginar se está sonhando comigo
De te ninar em meus braços e fazê-lo sentir como se estivesse no lugar mais confortável e seguro do mundo
De debochar das suas caretas e apertá-lo junto a mim, com amor
Sinto saudade de tanta coisa... Mas agora resta apenas esse medo que faz a distância parecer ainda maior...
Sinto saudade e hoje eu apenas te amo com tudo o que foi e tudo que sempre será pra mim.

0 comentários :

Postar um comentário