About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

sábado, 20 de novembro de 2010

Quase dezembro

Sinto-me tão distante daqui; definitivamente não pertenço a esse mundo. Não que a alegria não me contemple, porém há falsidade, e aqui, é como se eu fosse uma estranha, uma intrusa.
Feliz? A felicidade também não é deste mundo, mas nos últimos dias sinto essa verdade mais e mais perto de mim.
A reunião, a música... Oh, como eu amaria isso se fosse com meus afins!
Haverá um dia em que estaremos todos brincando? Felizes, “afins”?
Tanta futilidade junta. Barulho, bebedeira, agitação. O ser humano, infelizmente, ainda está em um nível muito baixo para saber o que é realmente uma festa. Alegria não é sinônimo de bagunça.

Mais um ano se passou. Tão depressa que mal pude percebê-lo. Os dias passam, a vida segue, mas não sei se estou saindo do lugar. Se tudo caminha pra frente, porque me sinto estagnada?
A vida passa muito rápido. O tempo escoa pelos dedos. Vai chegar o dia em que vou olhar para trás e procurar aquela garotinha que se perdeu pelo caminho. Houve algum momento de descuido em que eu soltei a mão dela. Agora, outra pessoa toma o seu lugar...

Talvez tivesse a intenção de votar, sonhar, construir em pensamento o ano que vai iniciar, como se não mais existissem a dor, a desilusão e o medo daquele que passou.
No entanto, com os acontecimentos últimos não consigo afastar minha mente do futuro incerto, quase esquecendo que ele sempre é incerto.
Mais um ano se passou. Tão depressa que mal pude senti-lo...

* Parte desse solilóquio foi escrita em um guardanapo, durante uma confraternização.

5 comentários :

Daia disse...

Que o inesperado traga o esperado. (é Paulo Coelho, mas é bom..rs.)

Kelly Phoenix disse...

Querida, tá dodói e ainda vem no meu blog! :D
Adoro vc, Daia, se cuida!

Daia disse...

...acabo de ficar confusa..rs.
Será que somos as pessoas que estamos pensando que somos? ...

Kelly Phoenix disse...

Será que você não é a Daia que eu estou pensando? Ah, mas se não for, tudo bem, prazer hehe Tem blog? msn? Bjo

Daia disse...

não tenho nada...rs. até tenho mas tudo abandonado. trabalho na rua e desencano destas coisas. prazer em conhecê-la tb..rs.rs.. ou em reconhece-lâ...rsrsrs. de onde é a Daia que vc conhece (interrogação). somos em poucas...rs.
vc tem facebook(interrogação).bj

Postar um comentário