About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Silêncio

O silêncio sempre fala. Ele pode ser opressivo, ofensivo, compreensivo, amigo, confortante, piedoso, malévolo ou odioso.
O silêncio acusa, mente, perdoa, consola, conforme o momento e as criaturas.
É difícil fazermos companhia a outra criatura de maneira feliz. Existem pessoas que se julgam na obrigação de manter uma palestra, pensando assim serem amáveis, outras ouvem com o mesmo fim, mas, o bom companheiro é aquele que não tolhe com sua presença a liberdade do seu interlocutor. Fala o necessário e conhece o momento psicológico do silêncio.
Há ainda aqueles que não se permitem ficar em silêncio consigo mesmos. São inquietos, cumulam-se de atividades, pulam de um relacionamento a outro e estão sempre cercados de música e barulho. Pintam seu redor com uma falsa alegria onde há espaço para tudo, exceto o silêncio. Estes, não se permitem um mergulho na própria alma, auto-conhecimento. Serão aqueles a quem a vida se encarregará, à sua maneira, de fazê-los perceber a necessidade e o benefício dos momentos silenciosos.

6 comentários :

Daia disse...

O silencio é a ponte entre um pensamento e outro
O silencio é a passagem entre acordes que se transformam em música
O silêncio é presente constantemente, mas passa desapercebido,
O silencio necessário e construtivo,
O silêncio é o desconhecido e o dialogo mais difícil de se compartilhar

thelonious ferrer disse...

Recall
O silêncio é um nunca.
bjs

Kelly Phoenix disse...

"O silêncio é um nunca". Frase forte.

Daia disse...

...acho que a explosão do big bang fez muito barulho. se a de hiroshima foi gigante - pra gente, né -, imagina a que, supostamente, deu origem a tudo? ...carculê?!...rs,bjs

Kelly Phoenix disse...

Uma reflexão interessante... Mas, se eu paro pra refletir a sério sobre isso, ficarei em silêncio um longo tempo, rss..

Daia disse...

... é informação só pra ter...rsrs. e quem sabe um dia, numa hora de bobeira, prosearmos sobre os ruidos da existência..rs, bjs

Postar um comentário