About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Ciclos

Você já notou que tudo na vida acontece em ciclos? Nascemos, crescemos, somos jovens, adultos, velhos. Fazemos o ensino fundamental, o médio, a universidade e ingressamos na vida profissional. Temos ciclos de amizades, de interesses, de trabalho, de modas, e tudo muda em determinado momento; as coisas vêm e vão, pessoas entram e saem de nossas vidas.
Quando você age, toma uma atitude, emite a energia que você criou com ela. Essa energia, lançada no universo interage no processo bioenergético das forças da vida obedecendo a um ciclo próprio. Quando esse ciclo se completa, essas energias retornam a você, trazendo os resultados relativos àquela ação. A vida trabalha em ciclos que se cumprem sempre. Traz à tona os assuntos inacabados para fechá-los. Nesse mister afasta e aproxima as pessoas para que as experiências delas se completem. Quando um ciclo termina, é inútil querer “segurar” alguém a seu lado. É preciso deixá-lo ir. Também não vai conseguir se libertar de alguém ou alguma situação que o incomoda cujo ciclo com você não fechou. Ele voltará a seu caminho. Quando você força a barra na pretensão de interferir nos ciclos da vida, dá muitas voltas sem sair do lugar. Sua vida fica enrolada, nada deslancha. Um dia você descobre que sofreu, lutou e nada aconteceu. Aceitando a ordem das coisas, você se harmoniza com a natureza, flui naturalmente. Tudo muda.
Não olhe as coisas como parecem ser. Vá mais fundo, olhe com os olhos da alma. Há muito para agradecer. Não perca mais tempo. Limpe sua alma de toda mágoa, ressentimento, aprenda a não julgar o que não consegue entender.
Colocamos nossa felicidade em coisas ou pessoas sem saber se quando a obtivermos seremos realmente felizes. Nós nos iludimos de tal forma que passamos a viver na esperança do futuro. Com esse comportamento, desperdiçamos os melhores momentos de nossas vidas. Estamos ausentes o tempo todo. As boas oportunidades passam por nós e nem sequer as percebemos. Não vivemos realmente, só cultivamos nossa loucura.
Ninguém poderá impedir a força das coisas. O que tiver que acontecer, vai acontecer, independente de sua participação.

6 comentários :

Rafael Biagioni disse...

Seus textos estão me fazendo refletir. Eu gosto dos temas simples - e por isso mesmo tão profundos - que você aborda. Amizade, natureza, liberdade, como, correr ao lado de seu amigo em um campo verde de um dia ensolarado, divertindo-se com ele, usufruindo um da amizade do outro e esquecendo-se que problemas existem. Coisas triviais da vida e por isso tão importantes.
Saudades de você, e você, saudades de mim? Não comentei mais em seu blog porque me dei mais um tempo para a internet mas estou retornando. Não me abandone, não nos abandone. Passo no momento por uma fase difícil e preciso dos amigos. Espero que você seja uma amiga não por uma razão ou estação, mas por uma vida, a minha vida toda.
Beijos!

Phoenix disse...

Rafa, me sinto feliz e grata em lhe causar reflexões. Inclusive, dediquei meu último livro a você, embora eu tenha pego nomes de pessoas "emprestados" e não abordado a história real delas...
Sim, eu sinto falta, lembro, agora não mais com mágoa, com carinho apenas... Queres me adicionar no msn? Podemos conversar de vez em quando, embora eu quase nunca entre lá =)

Beijo grande, Rafa, espero que supere sua dificuldade e se precisar de mim, só dar um grito \o/
se cuida, tá?

Rafael Biagioni disse...

Kelly, quero seu MSN sim! Pode me passar?
Beijos grandes!

Rafael Biagioni disse...

Já adicionei, pode apagar. Mas, por favor, entra também, né. Saudades dos bons tempos.

Anônimo disse...

Cicli n é uma coisa que volta? #texto#fail

Phoenix disse...

Bem, até onde eu saiba, ciclos têm começo, meio e fim...

Postar um comentário