About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Viva Brasília!

Ninguém pode estar por cima se não houver alguém embaixo. Masturbe o povo, adule os poderosos e a todos faça promessas, promessas, promessas e uma vez eleito proclame aos quatro ventos o seu amor pelo belo país, mas se quiserem comprá-lo, venda-o ou senão hipoteque-o que as próximas gerações pagam: o futuro pertence aos jovens. As casas, as ruas, as escolas, os hospitais, os aeroportos, as universidades, as estradas que você prometeu deixe-as como as pontes: suspensas, entre as duas margens de um vazio. É absurdo gastar em lugares públicos e suntuosos aquilo que é para os seus próprios gastos: suas mansões, seus aviões, seus palácios, seus palacetes, suas ilhas, suas praias, suas viagens, seus iates, suas putas, suas delicatéssen. E ao partir, se é que partirá, lembre-se que o vento seguinte vai levar tudo aquilo que você deixou: dinheiro em cofre público é tão volátil quanto a essência de terebintina.

0 comentários :

Postar um comentário