About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

As nossas escolhas



Refletindo sobre algumas coisas, parei pra pensar quantas de nossas escolhas são conscientes. Quantas, tomadas em um momento de impulso ou emoção comprometem nossas vidas para sempre... Quantas, dia a dia, entrelaçam e desentrelaçam destinos... Quantas, não suficientemente refletidas, ferem e interferem de maneira decisiva na vida de outros... Quantas as que trouxeram arrependimentos e profundos dissabores... Quantas, egoístas e mesquinhas, acabaram por fazer mal a nós próprios... E de quantas, tomadas recentemente, ainda não temos nem noção do que vão nos trazer... Quantas, acaloradas, nesse momento fazem chorar alguém que amamos de verdade, e nem percebemos... Quantas excluíram boas pessoas de nossas vidas e adicionaram outras não tão boas, mas que não tivemos condições de ver...
Somos senhores de nossas escolhas. Conscientes ou inconscientes, generosas ou egoístas, felizes ou infelizes, as de ontem são a origem de todos os resultados que colhemos hoje, e as de hoje, são a felicidade ou a dor de amanhã.
Nossa vida é feita de escolhas. Cada escolha é uma renúncia. É certo que nem sempre fazemos a escolha mais sábia. Mas, sem dúvida, fazemos a escolha certa. Certa de acordo com quem somos naquele momento, o no que acreditamos e vemos. Que possamos ter a mesma força na hora de perceber que essa escolha não foi tão boa assim, pois por vezes, o real discernimento – tempos depois – vem acompanhado da dor, para que o aprendizado nos faça escolher com mais sapiência na próxima oportunidade...

0 comentários :

Postar um comentário