About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Também sou chata



Não gosto de gente que fala o tempo todo e não ouve.
Ou que povoa seus discursos com “Eu... Eu... Eu...”.
Ou de gente que não sabe apreciar as belezas simples da vida.
Ou gente fresca para comer.
Gente que não gosta de café.
Ou, gosta de pisar em formigas.
Não gosto de gente que julga o que não conhece.
E gente que não consegue ouvir.
Não gosto de gente que não procura, não retorna.
Que não justifica porque não atendeu o telefone ou não respondeu o e-mail.
Gente cheia de não-me-toques, que se acha melhor que os outros.
Gente fútil, gente vazia.
Gente burra, que não quer aprender.
Gente mimada, metida a besta.
Que quer dar ordens, aparecer.
Não gosto de gente ranzinza, mal humorada. Gente azeda, rabugenta.
Não gosto de gente que se queixa.
Não gosto de gente enjoada, gente mala.
Mas, por minha vez também sou chata.
Ou só seja um pouco exigente.
Acho que quase não gosto de gente...

0 comentários :

Postar um comentário