About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Estou farta de ser educada


Estou farta de engolir sugestões, palpites, críticas e conselhos que não pedi. De pseudoparentes cuidando da minha vida, do meu corte de cabelo, do meu trabalho e da minha vida sentimental. De sorrir e concordar ou, simplesmente, calar, quando tenho vontade de dar uma no meio. Estou farta de não ser ouvida, de ser comparada. Estou farta de perguntas cujas respostas interessam a mim, e mais ninguém. Estou farta do desconforto que elas trazem. Farta de pessoas que não pagam minhas contas, mas mesmo assim insistem em sugerir o que é melhor pra mim. Farta da burrice alheia, que não entende meus argumentos mesmo que eu desenhe; e de todos aqueles que estão às voltas com suas vidas de mentira e ficam tentando me chamar pra roda, me obrigando a ser deselegante.
Estou farta de ser educada. De atender o telefone quando não quero falar. De receber visitas que não quero receber. Ouvir e discordar, mas não me manifestar – eu não quero mais fazer isso quando tem a ver comigo. Estou farta de aceitar convites por obrigação (convidar por obrigação já não faço mais). Estou farta das regras de conduta, convenções, protocolos, etiquetas. De como as coisas têm de ser. Compre, consuma, case e se reproduza, trabalhe 8 horas, assista televisão. Beba, viaje, faça sexo, tenha um carro e poste no facebook. Farta, farta, farta!! Farta das mentiras que os homens contam, da hipocrisia que a sociedade exige, farta até de mim, naquilo que estou farta e não tomo atitudes!

Farta de ser educada para uma civilização que não é. E questionando até onde posso aguentar mais com isso.

0 comentários :

Postar um comentário