About my Blog

Reflexões, citações, crônicas e extrações sobre filosofia, literatura, espiritualidade, emoções, percepções e sentimentos, e um plus para tudo o que vier na mente.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Ei, me mande flores


No meu aniversário e no início do mês.
Na primavera, no outono, na terça à noite, na segunda pela manhã.
Me mande amarílis, orquídeas, azaleias. Mande gérberas, lírios, kalanchoes, celósias.
Não importa se não estou mãe ou namorada.
Não importa se és minha amiga, meu confidente ou meu irmão. Se tiver oportunidade, mande flores. Porque eu quero sentir o cheiro delas. E a maior parte das pessoas só manda e recebe flores tarde demais...
Eu nunca gostei de flores de plástico. Mas, aprendi a amar belos jardins. E nem é preciso ter nas mãos uma rosa para apreciar o seu perfume. Mas, é bom saber quem deseja o perfume das rosas na vida da gente.    

0 comentários :

Postar um comentário